InstitucionalesSin Categoría

Fonte: IRGA

23/11/2015 – O presidente do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), Guinter Frantz, e o diretor Técnico, Maurício Fischer, retornaram ao Brasil, com uma série de acordos e ações tratados entre o Instituto, Centro Internacional de Agricultura Tropical (Ciat) e Fondo Latinoamericano para Arroz de Riego (Flar). As ações foram definidas durante a 38ª reunião do Comitê Administrativo do Flar, que ocorreu em Cali, Colômbia, na última semana. O roteiro destes trabalhos conjuntos será definido um dia após o Dia de Campo Estadual do Irga, que ocorre no dia 1º de março de 2016, na Divisão de Pesquisa do Irga,  em Cachoeirinha, quando participam técnicos do Ciat e do Flar.

 

Entre as ações, está a capacitação dos serviços de extensão e assistência técnica (transferência de tecnologia) do Irga e avaliação dos limitantes de produtividade em regiões como as Planícies Costeiras Interna (PCI) e Externa (PCE) e Depressão Central (DC).  Isso se dará através de Programa de Transferência de Tecnologia, que terá a participação do doutor Eduard Pulwer e do engenheiro agrônomo Luciano Carmona, representante do Flar no Brasil. Segundo Fischer, ações neste sentido foram iniciadas ao longo deste ano e, no ano que vem, devem ocorrer com maior intensidade.

 

Na área da pesquisa, um fitomelhorista contratado pelo Flar irá trabalhar no programa de melhoramento para o frio junto à Estação Experimental de Santa Vitória do Palmar e também com o Instituto Nacional de Investigação Agropecuária (Inia), em Trinta e Três, no Uruguai. Segundo Fischer, o Ciat deve realizar para o Irga o seqüenciamento do genoma das suas 12 cultivares de elite, a serem definidas. Outra importante contribuição se dará através do projeto de fitopatologias, em que serão aplicados os avanços existentes na área de biotecnologia,  e de introdução de genes de resistência à Pyricularia grisea (Brusone) nas cultivares e linhagens do Irga.

 

O Flar é uma parceria público-privada que busca melhorar a competitividade e a sustentabilidade dos sistemas de produção de arroz na América Latina, com enfoque na ecoeficiência. A entidade tem sede em Cali, na Colômbia. O Irga, único órgão brasileiro a integrá-lo, é um de seus fundadores. Argentina, Bolívia, Chile, Costa Rica, Equador, Guatemala, Guiana, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Peru, República Dominicana, Uruguai e Venezuela também têm representantes no Flar.

 

Texto: Luciara Schneid

Assessoria de Comunicação

luciara-schneid@irga.rs.gov.br

Fone: (51) 3288-0455