ANGOLA – CULTIVO DE ARROZ GERA EXPECTATIVAS


Fuente: Jornal de Angola

28/05/2017 – As colheitas de arroz no município da Cameia, Moxico, atingem 1.500 toneladas na época 2016/2017, que encerra em Junho, anunciou sexta-feira o administrador municipal adjunto, Benjamin José.

 
Em declarações à imprensa, Benjamin José disse que a cultura do arroz foi relançada há um ano, num processo de produção experimental que envolveu 1.500 famílias camponesas e foi financiada pelo Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA). Para a produção do arroz, disse, foram seleccionadas cinco empresas que vão trabalhar com as famílias camponesas, de modo a tornar o município auto-sustentável em cereais. Com esta iniciativa, espera-se que a região se torne num celeiro da cultura de arroz para contribuir para aumento da produção interna e para o processo de diversificação da economia nacional. Além do arroz, os camponeses prevêem colher mais de mil toneladas de outros produtos agrícolas, principalmente hortícolas, informou o administrador municipal adjunto.
Cameia, mercê das suas elevadas capacidades, acolhe desde quinta-feira até hoje a II Feira da Banana, uma exposição local destinada a promover as potencialidades da região e garantir o estatuto de maior produtor desse fruto na província.
A produção do município atinge mais de 300 toneladas por ano e ocorre numa área de 30 hectares, envolvendo 13 localidades, nomeadamente Chimbombobo, Caximba, Mutocó, Mungumbué, Titima, Cassuamó, Jamba, Caxala I e II, Saquenga, Aurélio, Willy e Mucundungo.